HIPOTIREOIDISMO



O hipotireoidismo é uma doença onde ocorre uma diminuição ou não produção do hormônio produzido pela glândula tireóide. O hormônio tireoidiano tem como função principal estabelecer um bom funcionamento do metabolismo do organismo.

 

É grande a incidência em cães, porém pouco comum em gatos. A média de idade do aparecimento da doença é entre 4 a 10 anos de idade.Aparentemente não existe uma incidência maior em machos ou fêmeas

 

O hipotireoidismo acaba gerando uma série de sintomas e que podem estar associados a outras doenças, por isso temos que ficar atentos a tal patologia.Dentre os principais sintomas temos: apatia, letargia, ganho de peso excessivo ( mesmo que o animal não tenha aumentado a ingestão de alimentos), alopecia  ( queda de pêlos) , lesôes de pele, seborréia, semblante triste, diminuiçaõ dos batimentos cardíacos, aumento de colesterol, anemia, dentre outros. O animal pode ter um ou mais dos sintomas relatados, dependendo da fase e gravidade da doença.

 

A doença é facilmente diagnosticada através dos sintomas, associados aos exames de sangue ( T4, TSH, T3) e a grande maioria dos cães que sofrem da doença, respondem prontamente ao tratamento com hormônios sintéticos( ex: levotiroxina), porém as doses de reposição hormonal de cães são bem maiores que as doses administradas em seres humanos.

 

Uma das “vantagens” dessa doença (se pudermos considerar como vantagem...) é o fato de que é uma enfermidade de fácil tratamento, que consiste na administração diária de hormônio sintético chamado Tiroxina (Levotiroxina) de forma contínua pelo resto da vida. A partir do início do tratamento o animal será monitorado pelo seu médico veterinário que solicitará exames periódicos (t4,tsh,...) para controle da doença e enventuais acertos nas doses receitadas.
 


 

 

 

 

Voltar