COLAPSO DE TRAQUÉIA

COLAPSO DE TRAQUÉIA COLAPSO DE TRAQUÉIA COLAPSO DE TRAQUÉIA COLAPSO DE TRAQUÉIA

 

   O colapso de traquéia é uma afecção caracterizada por flacidez e perda de sustentação dos anéis traqueais com conseqüente diminuição do espaço luminal. É uma forma de obstrução de traquéia devido ao achatamento dos anéis traqueais.
 
   O problema geralmente ocorre em cães de meia idade ou idosos ( mas pode ocorrer em cães mais jovens) e principalmente de raças pequenas.
 
   O diagnóstico baseia-se nos sinais clínicos e nos exames complementares, principalmente o raios-x e a traqueobroncoscopia.
 
   A causa é obscura e provavelmente multifatorial, mas macroscópica e histologicamente ocorrem alterações degenerativas nos anéis cartilaginosos e no ligamento traqueal dorsal, a cartilagem torna-se hipocelular com perda da rigidez e habilidade de manter-se em sua conformação normal durante o ciclo respiratório, com conseqüente achatamento dorsoventral da traquéia e redução do lúmen traqueal.
 
  Os sinal clínico típico é a tosse (denominada ''tosse de ganso), mas podem ocorrer :
   - mímica de vômito
   - dificuldade respiratória
   - engasgos
   - intolerancia a exercícios, etc..
 
  Os sintomas ocorrem com maior frequência durante a excitação e nervosismo do animal, quando comem ou bebem, e costuma ser agravado em cães obesos ou quando o ambiente está muito seco ou úmido.
 
  Não existe um tratamento curativo para o problema, embora existam tratamentos paliativos para manter um controle clínico aceitável. Existem métodos cirúrgicos com colocaçao de próteses nos anéis traqueais, utilizados principalmente em cães jovens, mas tais técnicas são contra-indicadas em animais velhos devido ao risco cirúrgico. 
Voltar